segunda-feira, março 20, 2006

A lenda da Pedra da Pescaria

A mais célebre lenda do Faial conheceu inúmeras versões, de que vamos tentar um consenso. Assim, foi encontrada a imagem da Virgem sobre uma pedra, foi a mesma recolhida por pescadores, tendo-se-lhe feito a pequena capela, depois sede da freguesia. Conta-se então que a Virgem teria sorrido reconhecida aos pescadores do Faial e, em reconhecimento ao ocorrido, nunca as águas do mar se teriam atrevido a tocar os degraus do seu altar, embora não poucas vezes tenham invadido a capela.
Conta-se ainda, que uma vez subindo as águas tumultuosas o leito da ribeira, se detiveram, como em adoração, às portas da capela, recuando então suavemente ao leito da ribeira e ao mar, como conduzidas por qualquer força interior estranha. Recuadas as águas para o mar, à volta da pedra onde fora encontrada a Virgem e ao longo da foz da ribeira, como protegendo o acesso à capela das águas do mar, ficaram então milhares de peixes de inúmeras cores.
Ao verem os peixes em terra seca e ao verem o mar calmo e à distância, alguns homens aventuraram-se a descer ao leito e a tentar apanhar a enorme quantidade de peixe. No entanto, ao mesmo tempo, as águas que estavam calmas encapelaram-se e invadiram rapidamente o leito da ribeira à volta da Pedra da Pescaria, regressando com os peixes ao mar e não autorizando os homens a tocar-lhes.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial